Catálogo:

    Classificação:

    Categoria: Esculturas
    Tipologia: Escultura
    Natureza: Artística
    Tipo: Escultura
    Material: Blocos de gnaisses e seixos rolados

Dados do Monumento

  • Nome: Jardim de Pedras do Museu de Arte Moderna
    Data de Inauguração:
    Autor: Roberto Burle Marx
    Fundição/Atelier:
    Propriedade: Pública
    Tombamento: Tombamento Federal inscrito no Livro de Tombo Paisagístico 28 e pelo Município pela Lei 22 87 de 4 de janeiro de 1995.
    Ano (tombamento): 1965


    Descrição:

    Blocos de gnaisse encaixados com pedras de rio. A intenção descrita é que o jardim recriasse dois mundos, o das pedras redondas, que lembram a paciência dos rios, e o dos monólitos, que retratam a arte do homem.

    O jardim no entorno do Museu de Arte Moderna foi elaborado em duas etapas entre 1955 e 1968. 

    Situado na área posterior do Museu de Arte Moderna, são áreas retangulares definidas entre as áreas gramadas criando lagos secos. Três elementos distintos marcam esse conjunto escultórico; vegetação, blocos de cantaria em gnaisse e seixos rolados.  A área destinada aos lagos está instalada, os seixos rolados sobre areia, numa alusão às pedras dos rios.  Entre esses tem cinco conjuntos de blocos de cantaria, provavelmente das antigas construções da Cidade, estão instaladas com o parâmetro vertical, recebendo destaque perante o grande predomínio de áreas planas.  O outro elemento, a vegetação, onde estão plantadas diversas bromélias, espécies de áreas secas.


    Biografia:
    * Fontes dos dados (ver bibliografia)

Sua Localização

Endereço: Prq. Brigadeiro Eduardo Gomes - Parque do Flamengo - Rio de Janeiro - RJ
Ampliar o mapa

Mais Fotos

  • Foto detalhe
    Vera Dias
  • Foto detalhe
    Vera Dias
  • Foto detalhe
    Vera Dias


Quem sou eu

Vera Dias Sou natural da Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro e nasci em 1956. Meus primeiros passos rumo à formação profissional ocorreram em 1974, ao me matricular no curso Técnico de Edificações do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca. Daí segui para a formação de arquiteta, me graduando em 1981 pelas Faculdades Integradas Silva e Souza. Em 1988, ao terminar a pós-graduação em Urbanismo na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), me candidatei a uma das 150 vagas abertas no primeiro concurso públ...


Leia mais