Catálogo: A Juventude, a Cultura e ao Esporte - depósito

 Home Catálogo /A Juventude, a Cultura e ao Esporte - depósito

    Classificação:

    Categoria: Esculturas
    Tipologia: Escultura
    Natureza: Artística
    Tipo: Escultura
    Material: Peça em concreto armado

Dados do Monumento

  • Nome: A Juventude, a Cultura e ao Esporte - depósito
    Data de Inauguração: Mar/1974
    Autor: Haroldo Barroso
    Fundição/Atelier:
    Propriedade: Pública
    Tombamento:
    Ano (tombamento):


    Descrição:

    O Monumento tem vinte e um metros de altura, é formado por elementos de concreto pré-moldado, num total de dez, pesando cada um dez toneladas, unidas e justapostas em linhas geométricas.  O Monumento foi inaugurado pelo ex-presidente Médici e o Governador Chagas Freitas. O local escolhido é perfeito a frente da UERJ, símbolo da educação cultural e tecnológica, e de outro o Estádio do Maracanã, palco de grandes manifestações esportivas. A obra de construção do monumento começaram no dia 15 de janeiro e foram concluídas em 2 de março de 1974. A obras sofreu um pequeno atraso por causa dos fortes ventos, que não permitiram a fixação perfeita dos módulos. Foi desmontado em dezembro de 2010 para as obras de remanejamento do rio Joana, sendo transferido para o deposito, no parque Noronha Santos, onde permanece até a presente data. É a unica obra publica na cidade do Rio de Janeiro.


    Biografia:
      Haroldo Barroso, foi arquiteto, paisagista e escultor. Nasceu em Fortaleza, CE, em 1935. Graduou-se em arquitetura na Universidade do Brasil, Rio de Janeiro (1959). Colaborou com Roberto Burle Marx em projetos de paisagismo, jardins, painéis e murais escultóricos (1954-60) e ministrou cursos de escultura no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (1977), no XI Festival de Inverno de Ouro Preto, MG (1979). Fundou a oficina de Escultura do Museu do Ingá , Niterói (1979) e dirigiu por dois anos esta mesma instituição (1985-86). Foi membro da comissão Nacional de Artes Plástica, da Fundação Nacional de Artes – FUNARTE (1980) e curador da sala Especial do VI salão nacional - FUNARTE ( 1982) . Recebeu o premio dos melhores arquitetos do Ano (1961) e o segundo premio no concurso para o Balneário da Pedra da Moreninha, Ilha de Paquetá (1962), ambos promovidos pelo Instituto de Arquitetos do Brasil – IAB e, ainda, o prêmio premio de Aquisição do Salão de Verão do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro(1972) e o prêmio de Viagem do XXI Salão Nacional de Arte Moderna (1973). Sua obra encontra-se no Palácio do Planalto, Brasília, na Companhia Siderúrgica Nacional, mo Rio Palace Hotel. Alem disso, integra as coleções do Museu Nacional de Belas-Artes, Rio de Janeiro, do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro; do Museu de Arte Moderna de São Paulo, SP, do Museu de Arte Moderna de Curitiba, PR; do Museu de Arte Moderna da Nicarágua; do Museu da Fundação Armando Álvares Penteado, São Paulo; coleção Niomar Muniu Sodré e coleção Gilberto Chateanbriard. Várias publicações fazem referência a seu trabalho, entre elas: “Entre Dois Século”, “Arte Contemporânea Brasileira”e “Geometria Sensível” , de Roberto Pontual; “Um século de Escultura no Brasil”, “Museu de Arte de São Paulo – MASP, 1982; “Public Art- New divections”de Louis G. Redstone; “O Oficio de Arte: A Escultura “, de Jocob jelintowitz, 1988; “Artista da Escultura Brasileira”, 1986 e “Artista do Ruralismo Brasileiro”, em 1989.

    * Fontes dos dados (ver bibliografia)

Sua Localização

Endereço: Prq. Noronha Santos - Centro - Rio de Janeiro - RJ
Ampliar o mapa

Mais Fotos

  • Foto detalhe
    Vera Dias
  • Foto histórica - inauguração
    Arquivo Nacional
  • Foto histórica - 1998
    Desconhecido
  • Foto histórica - 1998
    Desconhecido
  • Foto da desmontagem
    Vera Dias
  • Foto da desmontagem.
    Vera Dias


Quem sou eu

Vera Dias Sou natural da Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro e nasci em 1956. Meus primeiros passos rumo à formação profissional ocorreram em 1974, ao me matricular no curso Técnico de Edificações do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca. Daí segui para a formação de arquiteta, me graduando em 1981 pelas Faculdades Integradas Silva e Souza. Em 1988, ao terminar a pós-graduação em Urbanismo na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), me candidatei a uma das 150 vagas abertas no primeiro concurso públ...


Leia mais