Catálogo: À Guignard

 Home Catálogo /À Guignard

    Classificação:

    Categoria: Personalidades - estátuas e bustos
    Tipologia: Gradil
    Natureza: Infra estrutura urbana
    Tipo: Gradil
    Material: Peça em metalon

Dados do Monumento

  • Nome: À Guignard
    Data de Inauguração: Set/1996
    Autor: Franz Weissmann
    Fundição/Atelier:
    Propriedade: Pública
    Tombamento:
    Ano (tombamento):


    Descrição:

    Gradil decorativo custeada pela  Prefeitura da Cidade e a Petrobras, para revitalizar o espaço, em homenagem ao pintor Guignard. No dia 10 de julho de 2009, foi inaugurada  a Praça João Calvino, substituindo o nome do local, o Espaço Guinard.  A alteração foi  decorrente da parceria público-privada entre a prefeitura da cidade e a Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro, que idealizou o novo espaço público.  


    Biografia:

    Alberto da Veiga Guignard (Nova Friburgo, Rio de Janeiro, 1896 - Belo Horizonte, Minas Gerais, 1962). Pintor, professor, desenhista, ilustrador e gravador. Muda-se com a família para a Europa em 1907. Em dois períodos, entre 1917 e 1918 e entre 1921 e 1923, freqüenta a Königliche Akademie der Bildenden Künste [Real Academia de Belas Artes] de Munique, onde estuda com Hermann Groeber (1865 - 1935) e Adolf Hengeler (1863 - 1927). Aperfeiçoa-se em Florença e em Paris, onde participa do Salão de Outono. Retorna para o Rio de Janeiro em 1929 e integra-se ao cenário cultural por meio do contato com Ismael Nery (1900 - 1934). No ano seguinte, instala ateliê no Jardim Botânico, que retrata em várias obras. Participa do Salão Revolucionário de 1931, e é destacado por Mário de Andrade (1893 - 1945) como uma das revelações da mostra. De 1931 a 1943, dedica-se ao ensino de desenho e gravura na Fundação Osório, no Rio de Janeiro. Entre 1940 e 1942, vive num hotel em Itatiaia, pinta a paisagem local e decora peças e cômodos do hotel. Em 1941, integra a Comissão Organizadora da Divisão de Arte Moderna do Salão Nacional de Belas Artes, com Oscar Niemeyer (1907 - 2012) e Aníbal Machado (1894 - 1964). Em 1943, passa a orientar alunos em seu ateliê e cria o Grupo Guignard. A única exposição do grupo, realizada no Diretório Acadêmico da Escola Nacional de Belas Artes - Enba, é fechada por alunos conservadores e reinaugurada na Associação Brasileira de Imprensa (ABI). Em 1944, a convite do prefeito Juscelino Kubitschek (1902 - 1976), transfere-se para Belo Horizonte e começa a lecionar e dirigir o curso livre de desenho e pintura da Escola de Belas Artes, por onde passam Amilcar de Castro (1920 - 2002), Farnese de Andrade (1926 - 1996) e Lygia Clark (1920 - 1988), entre outros. Permanece à frente da escola até 1962, quando, em sua homenagem, esta passa a chamar-se Escola Guignard. Sua produção compreende paisagens, retratos, pinturas de gênero e de temática religiosa.Fonte:Enciclopedia Itau Cultural


    * Fontes dos dados (ver bibliografia)

Sua Localização

Endereço: Pç. João Calvino - Centro - Rio de Janeiro - RJ
Ampliar o mapa

Mais Fotos

  • Foto lateral
    Vera Dias
  • Foto detalhe
    Vera Dias
  • Foto detalhe
    Vera Dias


Quem sou eu

Vera Dias Sou natural da Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro e nasci em 1956. Meus primeiros passos rumo à formação profissional ocorreram em 1974, ao me matricular no curso Técnico de Edificações do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca. Daí segui para a formação de arquiteta, me graduando em 1981 pelas Faculdades Integradas Silva e Souza. Em 1988, ao terminar a pós-graduação em Urbanismo na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), me candidatei a uma das 150 vagas abertas no primeiro concurso públ...


Leia mais